Machado de Assis

Diário do Rio de Janeiro (Rio de Janeiro)

Nesse periódico Machado de Assis redigiu diversas seções que se chamaram: Revista Dramática, Comentários da Semana, Conversas Hebdomadárias, Ao Acaso, Semana Literária e Cartas Fluminenses. Para subscrever suas peças, usou, além da assinatura e das iniciais, os pseudônimos Gil, Job e Platão.

Encontram-se neste periódico os seguintes trabalhos de Machado de Assis:

Crítica
Revista Dramática (29/03/1860; 13/04/1860; 24/07/1861) / Comentários da Semana (22/02/1862; 2/03/1862) / Flores e Frutos - poesias por Bruno Seabra (30/06/1862) / Parte Literária - As Revelações - poesias de A. E. Zaluar (30/03/1863) / Conversas Hebdomadárias (24/08/1863 e 1/09/1863) / Notícia Bibliográfica - Peregrinação pela Província de São Paulo - por A. E. Zaluar (16/11/1863) / Uma Estréia Literária - Cenas do Interior - romance por Luís José Pereira da Silva (24/06/1865) / Os Primeiros Amores de Bocage - Carta ao Sr. Conselheiro J. F. de Castilho (15/08/1865) / Um Livro de Versos - poesias do Dr. Bernardo J. da Silva Guimarães (31/08/1865) / Suplício de uma Mulher - drama de Dumas Filho (3/10/1865) / Semana Literária, de janeiro a julho de 1866.

Tradução (Verso)
Maria Duplessis (A Dama das Camélias - imitação de Alexandre Dumas Filho) 15/04/1860 / Versos a Ema (A Dama das Pérolas) 06/04/1865.

Poesia
Sobre a morte de Ludovina Moutinho, 17/06/1861 / Versos a Corina, 16/04/1864 e 21/04/1864 / A Cólera do Império, 17/05/1865.

Crônica
Comentários da Semana, 1861: 12,18 e 26 de outubro; 01,10,21 e 25 de novembr; 01,11,16,24 e 29 de dezembro; 862: 07,14 e 2 de janeiro; 24 de março; 1 de abril e 5 de maio / Ao Acaso (Crônica da Semana), 1864: 05,12,20,25 e 26 de junho; 03,10,17 e 25 de julho; 01,07,14,22 e 28 de agosto; 05,11,19 e 27 de setembro; 03,10 e 17 de outubro; Ao Acaso (Revista da Semana), 1864: 24 de outubro; 01,08,14,22 e 29 de novembro; 1865: 03,10,24 e 31 de janeiro; 7, 21 e 28 de fevereiro; 07,15,21 e 28 de março; 04,11 e 25 de abril; 02 e 16 de maio.

Vária
Ao Redator dos Ecos Marítimos - Carta I, 08/02/1862; Correio da Corte, 17/02/1866; Os Polacos Exilados, 22/02/1866; Victor Hugo, 15/03/1866; Poesia (algumas palavras de introdução a uma poesia de J. Dias de Oliveira), 17/10/1866; Semana Literária, 20/02/1866, 12/06/1866 e 03/07/1866; Cartas Fluminenses I - À Opinião Pública, 05/03/1867; Cartas Fluminenses II - À Hetaira, 12/03/1867; Adelaide Ristori, 15/07/1869.

Tradução (Prosa)
O Trabalhadores do Mar (de Victor Hugo), 1866: 15,16,17,18,20,21,23,24,25,27,28,29 e 30 de março; 01,41,06,08,11,13,15,20,24,25,27,28, e 29 de abril; 03,09,11,12,13,18,24 e 26 de maio; 01,1,15,16,1,22,23,24,2,29 30 de junho; 01,06,07,10,11,12,13,15,20,24,25,26 e 29 de julho.